We are Safe

Eu estava sossegada, a dormir em paz depois de uma noite de pesadelos. Acordei com uma chamada do Fed a dizer-me que tinham havido explosões no aeroporto de Bruxelas - Zaventem. Acordei num salto - Explosões? Como assim explosões?! Não podia acreditar que estava a acontecer outra vez, desta vez perto de mim. Pouco tempo depois descubro que também houveram explosões no metro em Maelbeek. Não é perto de mim, mas é perto do Fed. O trabalho dele fica naquela zona. Por momentos o meu coração parou. Eu sabia que ele já não estava no metro, mas ainda assim há uma pontinha de preocupação, há sempre. Até que ele me diz que está seguro, no edificio dele. Estão trancados e não podem sair dali. Fico tranquila, ele está bem. Mas depois começo a pensar em todas as pessoas que, como eu, ficaram com o coração nas mãos mas que, ao contrário de mim, não tiveram razões para ficarem tranquilas. Começo a pensar nas pessoas que passaram (e estão a passar) por isto. Começo a pensar naqueles que iam a caminho dos seus trabalhos, das suas rotinas e perderam a vida, ali, assim, sem mais nem menos. E não há grande coisa que se possa dizer quanto a isso. E o que mais me preocupa é viver num mundo onde isto acontecer não é assim tão estranho. Há uns meses viviamos à espera que houvesse um ataque assim. Sim, já estávamos à espera. Mas continuávamos as nossas vidas, normalmente, sem medo, apenas alertas. Mas como raio é que é normal viver-se à espera de se ser atacado? E foi preciso isto, para de repente começar a pensar em tudo isso. E pensar que muita gente tem este cenário como dia-a-dia e ainda há quem os critique por tentarem fugir. Nós estamos em pânico e chocados com umas "bombinhas", há quem tenha que viver pior que isto todos os dias. Pensem nisso Felizmente nós estamos bem, infelizmente muita gente não está. Força para todos aqueles que neste momento precisam dela.

I was sleeping peaceful, after a night full of nightmares. I woke up with a call, it was Fed and he wanted to tell me that was a terrorist attack at Brussels' airport - Zaventem. Explosions? What?! I couldn't believe this was happening again, but this time next to me. A bit later I found that there were some more explosions in the metro in Maelbeek. It's not right next to me, but it's next to Fed's work. For a bit my heart stopped. I knew he wasn't in the metro, but still there was a doubt and I was worried. But then he told me he was ok and everyone was locked in his building, that he couldn't get out but it was safe there. That was good to hear. But then I started thinking about all the people that, like me, their heart stopped and, unlike me, didn't have reasons to remain calm. I start thinking about the people who are going through this. I start thinking about the people that were on their way to work, to their routines and lost their lives, there, just like that. There is not a lot of things that we can say about that. And what worries me the most is to live in a world where this happening is not really strange. Some months ago we were living expecting an attack like this one. Yes, we were expecting it. But we were continuing with our lives, normally, without fear, just alerted. But how the hell it is normal to live while expecting to be attacked? And this was necessary, to start thinking about all this. And think that a lot of people live this scenario everyday and there are still people criticizing them for running away. We are afraid and shocked with "some bombs", there are people who live worst than this everyday. Think about it. Luckily we are ok, unfortunately there are people who aren't. All the best to those people who need it right now.




Beijinhos/Kisses,
MariianaCapela

7 comentários :

Marco Luijken disse...

Hello Mariiana,
It's terrible what happened today. Where to go with the world...?!

Many greetings,
Marco

arya disse...

Até a carinha da bolacha nesta fotografia parece sofredora... Este mundo é uma merda. pior: as pessoas são uma merda. Tão más, tanto ódio tanta merda... Fico feliz de vos saber bem. Força

Vanessa Gonçalves disse...

Oh minha linda...estava preocupada contigo!!! Vim logo aqui para ver se tinhas feito algum post, caso contrário ia já mandar msg! Este não é o mundo onde nasci, este é um mundo frio e escuro, não é justo sermos obrigados a habituar....

Sara disse...

De acordo. Plenamente de acordo. Mas, apesar desta desgraça toda e do ódio que nos tentaram impingir aqueles monstros, algo de positivo houve : nunca vi a Bélgica tão cheia de gente solidária, pessoas de todas as cores, culturas e religiões a cantarem juntas, a pedirem um mundo melhor, a condenarem a violência e a lutar pela vida e o amor. Haja amor. <3

Ana Freire disse...

Uma feliz Páscoa para todos!
Bom saber que estão todos bem!
Beijinhos
Ana

Cláudia M disse...

É por tudo isto, que eu não consigo entender quem despreza os refugiados... Como é possivel ?! E se fôssemos nós ?

Infelizmente, acho que nenhum de nós, se encontra realmente seguro...

Daniela S. disse...

Isso e realmente um cenario de assustar. Custa acreditar que alguem pode terminar com a vida de tantos outros.
Fico contente que esteja tudo bem, mas e impossivel nao pensar no que nao estao.