Bolacha

     Desculpem, desculpem! Andei super ausente daqui. Vou actualizando a minha página do facebook de vez em quando mas não tenho posto aqui os pés, eu sei. A verdade é que andei ocupada com trabalhos, questões pessoais e a vinda para a Bélgica. Já cá estou, finalmente. Já mencionei o quanto gosto disto? Sabe-me bem passar na rua e ouvir imensas línguas diferentes, sair do metro e ouvir dois portugueses nortenhos a falar ou até mesmo ouvir os diferentes "tipos" de francês que existem por cá. Já consigo perceber alguns sotaques e já vou pescando um bocadinho de francês. Mas não é disso que venho falar-vos aqui hoje. Se há coisa que me encanta cá são as florestas e os bosques que nunca mais acabam. Adoro passear e perder-me por lá. Adoro passear e perder-me por lá com cães. Mas a coisa melhorou, porque agora, finalmente, posso passear e perder-me por lá com a minha Bolacha! Estou tão, mas tão feliz por finalmente poder tê-la perto de mim. Amo-a. Amo-a tanto. Infelizmente, quando ela nasceu, eu não percebia muito de cães. Não sabia que certas coisas que por vezes fazemos podem prejudicar imenso o nosso cão a nivel psicológico. Por ignorância minha, a Bolacha é um cão com alguns problemas. Ela não reage bem a pessoas e a outros cães e custa-me vê-la naquele estado e saber que a culpada fui eu. Hoje começámos a grande mudança. Tivemos a primeira aula com um professor. Nunca tinha tido uma aula e ouvi falar super bem deste professor e fomos tentar a nossa sorte. Adorei-o e no fim da aula a Bolacha já estava super diferente. Explicou-me coisas que eu não sabia e que fazem toda a diferença na forma como olho para as atitudes dela. Estou feliz, estou muito feliz. Acho que estamos bem entregues e em breve ela vai estar muito melhor!
     A Bolacha é uma cadela super doce. É companheira, brincalhona e cheia de vida. Adora passear no Arboretum, farta-se de correr e saltar e fico tão feliz quando a vejo assim! Se calhar não conseguem perceber o porquê de lhe dar tanta importância, de dizer que a amo e de perder tanto tempo com ela, mas a verdade é que quando se tem um cão como melhor amigo, a entrega dele é total e o carinho com que nos olha é único. Numa multidão imensa é a nós que ele procura, é connosco que quer estar, é em nós em quem confia. E de certeza que aquele amor é incondicional se for reciproco. É um amor puro. Faço sentido para alguém? Ela não é perfeita aos olhos do mundo, mas eu não podia estar mais agradecida por ter a minha Bolacha perfeita na minha vida.
     O meu computador estragou-se, está no arranjo. Algumas coisas não consegui recuperar e estou mesmo a ver que as vou perder! Por isso, algumas fotografias que vos mostro hoje são tiradas da internet, perdoem-me a má qualidade. Como podem imaginar pelo começo do post, as fotografias hoje são da Bolacha. Algumas mais "antigas", outras mais recentes. Estou a conseguir torná-la uma modelo perfeita (ou quase!). As primeiras fotografias são do Arboretum, o meu sitio favorito por cá.

     Sorry! I know I've been away. The truth is I've been occupied with work, personal issues and my travel to Belgium. I'm already here, finally! One of the things I like the most in Brussels is the fact that I can hear different languages on the street or I can pass by someone speaking portuguese and they don't even know I can understand them. My french is getting better day by day, but I can't speak yet. But it's not about that I'm gonna talk today. I truly love the forests here. I love to walk there and to get lost. I love to walk there and to get lost with dogs. And now, finally, I can walk there and get lost with my Bolacha! I'm so, so, so happy! I love her, I really do. Unfortunately, I didn't understand much about dog's psychology and I did some mistakes with her. She is a dog with some problems, she doesn't react well with other people or dogs, and it makes me sad to see her like that. But today we began our recovery journey! We had our first class. I never had a class before and I absolutely loved it! The teacher was amazing and thought me stuff I didn't know and it make difference in the way I see some Bolacha's attitudes. I think we found a wonderful teacher and I'm happy with that!
     Bolacha is a sweet bitch. She is companion, loves to play and she's full of life. She loves to walk in Arboretum! She's always running and playing and it makes me so happy. Maybe you cannot understand why I feel this way, but when your dog is your best friend, he loves you unconditionally and he looks at you with its eyes full of love. He wants to be with you, he trusts you, he just loves you and that love is pure. Does it makes any sense? On the eyes of the world she is not perfect at all, but I'm so glad I have my perfect Bolacha in my life.
     My computer just broke. Some pictures I only have there, so I had to download some of them, sorry for the bad quality! The first ones are from Arboretum, my favorite place in Belgium!

 Argh, esta luz!!
Argh, this light!!



A Bolacha e as suas caras engraçadas!
Bolacha and her funny faces! 












Beijinhos/Kisses,
MariianaCapela

4 comentários :

Marco Luijken disse...

Hello Mariiana,
Very lovely shots!! So cute this lovely dog.
Shot 5 how he is looking to the magnum ice is very funny.

Many greetings,
Marco

Ana Freire disse...

A Bolacha é uma fofura, mesmo!... Bom ver que estás a conseguir que ela se torne mais sociável e menos receosa... e que tudo está a correr pelo melhor...
Realmente o país é lindo, com esses bosques e florestas... e que dão imagens, com uma luz mágica, e fundos lindos...
Ui!!! Computadores... nem me digas nada... já tive um sobressalto com o meu velhinho, que adorava... vamos a ver se ele se aguenta mais um tempinho... no portátil, ando numa fase de mudança de sistemas operativos... pelo que é tudo novidade... e confesso que é uma fase que não acho muita piada, enquanto não estamos já calhados com tudo no pc...
Beijos! Tudo de bom por aí!
Ana

Vânia A. disse...

Obrigado!!! ♥ Adoro as tuas fotografias, são fantásticas! A Bolacha é tão querida!

http://photographybyvania.blogspot.pt/

Rute disse...

Mariana, para mim faz todo o sentido o que escreveste sobre a Bolacha, a mim acontece-me exactamente o mesmo com a minha Nala, tenho exactamente os mesmos sentimentos. Há muita gente que não entende como se pode amar um animal, mas...são elas que perdem!
As fotografias estão lindas, aliás como sempre, as expressões da Bolacha são muito ternurentas.

1 beijinho :)