Koh Samui

     Koh Samui é uma pequena ilha no Sul da Tailândia. Estive lá um mês. Quando vos falam numa ilha na Tailândia, provavelmente, imaginam praias paradisíacas e coisas do género, não? Eu imaginei. E desiludi-me redondamente. Samui não tem nada de Tailândia. É absolutamente turístico, sujo e caro. Não gostei, não gostei mesmo. Talvez porque sou um bicho do mato, gosto de viajar e sentir-me pertencente ao país. Lá sentia-me uma turista. As praias eram sujas. Não conseguia ficar muito tempo na água porque ficava cheia de comichão. As cascatas eram eram super turísticas, sempre cheias de pessoas e com lixo por lá. Os elefantes e os tigres são completamente explorados. A rua mais conhecida de lá está cheia de restaurantes que não são tailandeses e com pessoas irritantes que não deixam ninguém andar descansado e passam a vida a perguntar "mano, és de onde?". Pá, primeiro não sou um "mano", no máximo uma "mana", e depois só tenho uma "mana", loirinha e de olhos azuis. Era irritante, principalmente porque às vezes nos seguiam. Felizmente conhecemos uns tailandeses que vivem lá, super simpáticos, ajudaram-nos imenso e apresentaram-nos uma praia linda de morrer com poucas pessoas. Mas falarei dela noutro post.
     Para andarmos por lá alugámos uma mota. Nos dias livres do Fed, ou íamos à praia ou perdíamo-nos pela ilha em busca de algo deserto. Foi numa dessas voltas que encontramos esta cascata, super escondida. Escondida = deserta! Pois é, uma cascata toda para nós. Foi provavelmente das coisas que mais gostei em Samui.
     Não me entendam mal, provavelmente há quem fale maravilhas de Samui e diga que aquilo é o paraíso, mas esta é a minha opinião pessoal, nada como verem e experimentarem vocês mesmos.

     Koh Samui is a small island in the south of Thailand. I was there for 1 month. When you hear about an island in Thailand you, probably, think about wonderful beaches and something like that, am I right? I did. I was so disappointed. There is nothing about Thailand in Samui. It's absolutely touristic, dirty and expensive. I didn't like it, at all. Maybe because I'm "strange" and I like to travel and feel I belong to the country. There I felt like a tourist. The beaches were dirty. I couldn't stay much longer inside the water, I always started scratching because of the pollution. The waterfalls were really touristic, full of people and with trash. The elephants and the tigers were totally enslaved. The most famous street there was full of non-thai restaurants and annoying people asking "hey bro, where are you from?". First, I'm not a "bro", at least I'm a "sis", and I have my own sister with blond hair and blue eyes. It was annoying passing by there, and sometimes they followed us. Fortunately, we met thai people that live there and they were really nice. They helped a lot and they introduced us to a small beach with less people. I'll show you in another post.
     We rent a motorbike and when Fed had free time we went to the beach or we got lost looking for something desert. In one of these trips we found a waterfall. A desert one! A waterfall only for us. It was one of the things that I loved the most in Samui.
Don't miss understand me, probably there are people saying that Samui is beautiful, but it is my opinion. Nothing like you see for yourself.













     Eu gostei de lá estar, de conhecer outra parte da Tailândia, de ver coisas bonitas. Apenas não gostei do ambiente, de como transformaram aquilo que podia ser naturalmente lindo em algo apenas para turistas.

     I enjoyed to be there, to know another part of Thailand and see beautiful stuff. I just didn't like the way that they transformed what could be naturally beautiful into something so touristic.

Beijinhos/Kisses,
MariianaCapela

9 comentários :

Manu disse...

É impossível ficar indiferente a estes momentos que transmitem tanta felicidade e alegria.
Sem dúvida que és uma grande artista na arte de bem fotografar.

Beijos Mariana

Nicou disse...

Cela doit être un plaisir de se baignes dans cette eau sauvages quelles images superbe
Belle journée

Roadrunner disse...

Nem tudo foi em vão então, já que a cascata e a fauna e flora circundante parecem ser convidativas.

Saudações!

it's CAT blog ♥ disse...

Pelas fotografias parece ser algo de outro mundo, mas sim acredito que essa ilha seja um tal de "mundo à parte" no que diz respeito à civilização. Nós às vezes imaginamos uma coisa e quando chegamos é outra totalmente, mas o que interessa é que consegues passar por todas essas experiências e retiras o melhor delas! :)

Beijocas :)

Marco Luijken disse...

Hello Mariiana,
What a great shots!! A wonderful place with the splashing water. Very funny shots!!

Kind regards,
Marco

lis disse...

Que lindo Mariiana
Uma delícia estar aí debaixo dessa cachoeira,
Gosto muito das suas fotos ,
Venho desejar um Feliz Natal e que possamos nos encontrar por aqui em 2015.
Abraços

Martine Libouton disse...

Un superbe reportage!!! J'aime beaucoup ces superbes photos ! bravo à toi!

Ana Freire disse...

Mesmo que tudo o resto fosse ruim... essa imagens fazem esquecer o resto, e afinal conseguiram uma boa recordação, lá da ilha... e só por isso já valeu!
Lindíssima a cascata... e lindíssimo, ver-vos super felizes!...
Continuação de fantásticas aventuras, Mariana!
Adorei cada imagem!!!!
Beijinhos! Tudo de bom!
Ana

Remus disse...

Compreendo perfeitamente quando diz transformaram aquilo que podia ser naturalmente lindo em algo apenas para turistas.
O que vale, é que é sempre possível encontrar pequenos recantos, onde essa transformação não aconteceu. Mas sem dúvida que todos os lugares onde a beleza natural é mais que evidente, deveriam ficar sempre praticamente virgens.

Sempre que aqui venho, sentir um sentimento de inveja é já um fenómeno constante e que até já começa a ser rotineiro. Por isso, já nem falo nele. Mas digo, que ao ver-vos dentro desta água, que imagino ser fria, e fazendo a interpolação com o nosso actual tempo de inverno, até me congelou as pontas dos cabelos.
:-)